março 15, 2017

(Além dos Versos) Peço perdão ás flores, by André Diaz

Olá pessoas, tudo bem?Hoje é dia de poooooooooooooesia.Trago aqui hoje mais um amigo poeta André Diaz.Na sua singularidade, descreve os sentimentos e sua pacata vida em poesias diversas.Obrigada pelo apoio e pelos comentários maravilhosos.Já sabem, querendo enviar uma poesia para ser postada aqui é só falar comigo pelo carolina.hermanas@yahoo.com.br.Bora ler uma?




Peço Perdão Ás Flores

Peço perdão às flores,
pisoteadas pelas botas do medo,
Temi as suas cores,
Como se pudessem
expor meus segredos
em cada pétala atrevida,
Como se pudessem
cochichar minhas fraquezas
Sob a ameaça
de um vento mais forte
e chantagista,
Quis esconder-me
no negro das sombras
abaixo do cinza
dos edifícios,
Mas o perfume
alcançou minhas narinas
como uma carreira de pó de estrelas,
E fiquei doidão 
de paz profunda,
Novamente vi as flores,
Ainda que fúnebres,
a enfeitarem o
tumulo de minhas lágrimas,
E vibrarem ao
sol de melhores dias
que me aguardam,
Tal bexigas de 
aniversário
de meu novo nascimento!
Poeta: André Diaz


Xoxo,

Carol

3 comentários:

Priscila Tavares disse...

Oi Carol, tudo bem?
Olha, estou começando a gostar de poesia hem, e o mérito é todo seu hahaha
Eu não sei ao certo como ler poemas, você podia fazer um vídeo lendo pra gente ver né.
Beijokas
Quanto Mais Livros Melhor

Mundo Literário da Cecy disse...

Que linda essa poesia, gente!
Gostei!

Beijoooo

Sora Seishin disse...

Oi Carol!
Adorei o poema do André!

Beijos,
Sora | Meu Jardim de Livros

Postar um comentário