fevereiro 13, 2017

(Resenha) Ninfeias Negras, by Michel Bussi

Informações técnicas
LANÇAMENTO: 09/01/2017 
TÍTULO ORIGINAL: NYMPHÉAS NOIRS
TRADUÇÃO: FERNANDA ABREU 
NÚMERO DE PÁGINAS: 352 PÁGINAS 

                            Sinopse
“Uma obra-prima deslumbrante, inesperada e assombrosa.” – Daily Mail

Vencedor de cinco prêmios literários, Ninfeias negras foi o romance policial mais premiado da França em seu lançamento.

Giverny é uma cidadezinha mundialmente conhecida, que atrai multidões de turistas todos os anos. Afinal, Claude Monet, um dos maiores nomes do Impressionismo, a imortalizou em seus quadros, com seus jardins, a ponte japonesa e as ninfeias no laguinho.

É nesse cenário que um respeitado médico é encontrado morto, e os investigadores encarregados do crime se veem enredados numa trama em que nada é o que parece à primeira vista. Como numa tela impressionista, as pinceladas da narrativa se confundem para, enfim, darem forma a uma história envolvente de morte e mistério em que cada personagem é um enigma à parte – principalmente as protagonistas.

Três mulheres intensas, ligadas pelo mistério. Uma menina prodígio de 11 anos que sonha ser uma grande pintora. A professora da única escola local, que deseja uma paixão verdadeira e vida nova, mas está presa num casamento sem amor. E, no centro de tudo, uma senhora idosa que observa o mundo do alto de sua janela.

Esse livro foi a minha primeira experiência com o romance policial, então vamos relatar aqui o que senti.
Para começar, vocês sabem o que é o movimento Impressionismo? "Os impressionistas buscavam retratar em suas obras os efeitos da luz do sol sobre a natureza, por isso, quase sempre pintavam ao ar livre. A ênfase, portanto, era dada na capacidade da luz solar em modificar todas as cores de um ambiente, assim, a retratação de uma imagem mais de uma vez, porém em horários e luminosidades diferentes, era algo normal. O impressionismo explora os contrastes e a claridade das cores, resplandecendo a ideia de felicidade e harmonia." ( retirada desse site aqui aonde vocês encontram mais informações).O que me intrigou quando solicitei esse livro pra Arqueiro, foi que na minha cabeça a coisa não se completava direito.Tipo, como um autor conseguiria pegar o movimento Impressionismo e colocar suas características de uma forma metáforica?Porque ok, é facil falar sobre um assassinato que teve envolvendo um quadro importante do Monet( o cara que ficou mais famoso nesse movimento),mas como o autor conseguiu povoar a história com as paisagens, e as entrelinhas, assim como os quadros do Monet representa?E ainda por cima distorce das características presentes.Por exemplo, encontramos nessa história um homem importante que morre e há todo um clima sombrio envolta desse mistério.É um quadro negro, assim como o título sugere.


"Vocês já entenderam.As três eram bem diferentes.Tinha,porém,um ponto em comum, um segredo,de certa forma: todas elas sonhavam em ir embora." Página 11


A primeira era ruim e não revela seu nome de imediato.A segunda era mentirosa e se chamava Stéphanie Dupain; e a terceira se chamava Fanette e era egoísta.
A história é narrada pela primeira mulher, mas ás vezes, parece que seus pensamentos se confundem com um narrador qualquer ou com um dos personagens.Acho que essa é a maneira de causar uma certa tensão na história né?

Temos um primeiro choque nas primeiras páginas: Jérôme Morval é assassinado e ninguém sabe o motivo.É claro que os investigadores descobrem que o cara tinha algumas amantes e uma obsessão estranha pelos quadros de Monet, e um deles, é a Ninfeia.Um quadro super conhecido do pintor, e que convenhamos, eu não sabia da existência até caçar no google,rs.A forma como tudo é descrito aparenta uma paisagem impressionista: há belas paisagens em Giverny, e em contraste com isso, um trama dark repleto de mistérios e histórias cabeludas.

Confesso que esperava bem mais da história.Fiquei um pouco impressionada com o desfecho, mas sei lá, sempre temos esperança que haja um final MEGA ULTRA BLASTER enigmático né? ahahahaha. Mas foi o primeiro contato com esse gênero e pretendo continuar desvendando mais casos por aí e descobrindo mais livros voltados para esse lado mais policial.

Espero que tenham gostado :)

Xoxo,

Carol

9 comentários:

Ariana Coimbra disse...

Quando eu crescer eu quero ser uma leitora voraz igual a você! Haha
Parece ser um livro bem instigante, mas não sei se leria.

Beijos e boa semana!

Priscila Tavares disse...

Oi Carol, eu já li alguns livros de romance policial, mas isso foi à anos atrás. Me lembro de gostar, só isso. Eu estou com uma curiosidade estranha em relação a esse livro. Sei lá, as vezes me jogo na história de cabeça e procuro ler as resenhas só para ter um pouco mais de informação, e as vezes nem quero ver ele pela frente (kkkk). Isso porque eu nem li a obra ainda né.
Beijos
[SORTEIO] Aniversário de 1 Ano: Livro - Perdida
Quanto Mais Livros Melhor

Taynara Mello - Indicar Livros disse...

adoro romance policial, principalmente dos Harlan Coben, tenho vários. esse eu não conhecia, mas já está na minha lista de desejados. adorei a resenha a sua opinião beijos

taynara mello
www.indicarlivros.com

Luiza Helena Vieira disse...

Oi, Carol!
Faz tempo que não leio um romance policial e todo mundo anda falando muito bem desse.
Beijos
Balaio de Babados
Promoção Quatro Anos de Minhas Escrituras

Au Sonsin disse...

Curti o gênero da história! Fiquei curiosa mesmo sabendo que o final deixou um pouco a desejar! :)
Beijo,
www.vitaminatrendy.com

Angela Silva disse...

Ainda não li, mas parece ser ótimo :*

http://a-cacheada.blogspot.com.br/

vintagepri disse...

Quando esse livro foi lançado fiquei super na dúvida se leria, mas acho que vou dar uma chance =)

Beijos,
Pri
www.vintagepri.com.br

Cida disse...

OI Carol! Nos últimos dias só vi resenhas deste livro estou bem curiosa, é de um gênero que curto e espero gostar.

Bjos!! Cida
Moonlight Books

Jorge Filho disse...

Oi, achei genial a ideia do impressionismo,tipo o quadro negro se construiu no inicio e depois se revelando como o se o sol tivesse iluminando... Ahh gosto disso!!!!!

Mil Beijos Amor!

Amado Jorge.

Postar um comentário