fevereiro 20, 2017

(Resenha) Amaldiçoadas, by Jessica Spotswood

                 
Informações técnicas
Assunto Romance
Editora Arqueiro
Edição
Complemento de edição Volume 2
Coleções e séries Coleção As Crônicas da Irmãs Bruxas
Número de Páginas 288
Idioma Português

                                             Sinopse
Cate Cahill tomou a decisão mais difícil de sua vida e resolveu largar tudo para proteger aqueles a quem amava, mas não poderia imaginar os obstáculos que ainda teria pela frente.

Agora, vivendo disfarçada entre as outras moças da Irmandade, ela precisa se manter a salvo dos implacáveis caçadores de bruxas e lidar com grandes dilemas pessoais, como a distância de seu grande amor e os conflitos que envolvem suas irmãs – Tess, uma menina doce e ingênua que guarda um grande segredo, e Maura, a jovem bela e ambiciosa que pretende fazer de tudo para se tornar o centro das atenções.

Será que Cate está pronta para liderar as bruxas de sua geração e ganhar o respeito de uma sociedade que condena a feitiçaria? E seria ela a bruxa da profecia, a mulher mais poderosa já nascida em muitos séculos e capaz de revolucionar a história do mundo?

Envolva-se ainda mais na história de Cate e de todas as mulheres fortes que a cercam e segure seu coração para torcer pelo amor de Cate e Finn neste volume que traz revelações imperdíveis antes da conclusão da saga das irmãs Cahill.

Ok. Não sei muito bem o quê falar sobre um gênero que desprezava, e agora amo, porque essa trilogia está me deixando muito doida,rs. Acho que o diferencial dessa história é que a autora consegue trazer para a atualidade uma história que poderia ser muito chata se não fosse bem escrita e elaborada.
O livro começa com Cat completamente imersa na Irmandade, longe de seus irmãos. Determinada em proteger sua família e seu grande amor Finn, ela faz de tudo para que tudo fique bem e estável. 

O segundo volume da trilogia traz um mistério que me deixou mega curiosa para ler o último livro: quem é a bruxa da profecia?São três irmãs e uma delas têm um poder que se chama magia mental.É basicamente utilizado para apagar as memórias das pessoas em momentos caoticos ou situações de guerra, por exemplo.Mas apenas uma  possuirá esse dom e as outras duas irão morrer. E enquanto isso, a Maura, uma das irmãs, faz de tudo para ser escolhida a bruxa, como se alguém pudesse fazer isso. E a partir dessa obsessão pelo poder sobrenatural, ela e Cate acabam criando uma espécie de competição para saber qual era a melhor e quem poderia agir de forma mais consciente na hora de um atarque.A briga é constante. É um dom natural que uma delas recebe e precisa executá-lo á partir de tal idade.Bem louco,hm?


"O nome dele está escondido em sua sombra de seu capuz preto,mas eu reconheceria aquela voz em qualquer lugar;só que nunca a escutei tão furiosa comigo". Página 62


Cate reencontra Finn e descobre que seu amado está na Fraternidade para lhe proteger e passar algumas informações sobre o ataque que estão planejando( para quem não sabe, a Fraternidade é repleto de caçadores de bruxas) e outras coisas importantes.Eles se reencontram nessa noite e Cate explica tudo o que acontece.


Várias coisas vão se explicando e se completando na continuação das irmãs Bruxas, mas estou com expectativas altas para o final dessa saga que me deixou um pouco maluca.É um outro mundo.Um outro mundo que está por um triz.Um mundo em que elas lutando fortemente para não acabar e vencer contra o mal.Mas quem é bom nessa história?
Espero que tenham gostado da resenha e os tenha deixado curiosos também,rs.

Xoxo,



Carol

1 comentários:

Luiza Helena Vieira disse...

Oi, Carol!
Eu sou apaixonada pelas capas dessa trilogia. E o fato dela ser bem boa já ganha pontos comigo
Beijos
Balaio de Babados
Promoção Quatro Anos de Minhas Escrituras
Sorteio Literário de Carnaval

Postar um comentário