janeiro 05, 2017

(Textos Meus) Jump!

                            Eu não gosto de alturas.
Eu não gosto de saltos.Pequenos,grandes ou médios.Meus calçados sempre foram os velhos e surrados tênis: gosto de pés no chão.Acho que quando cresci, os sonhos fugiram dos pensamentos medíocres e quase egoístas pendentes aqui no olhar perdido.Fujo desde que a vida real destruiu o conto de fadas que escrevi durante anos em contos bobinhos e poesias esperançosas.O cabelo cresceu, a língua encolheu, o coração estragou e meu abraço ficou mais apertado.Para quem estiver disposto á sentir meu amor.Tudo errado.

Eu não escrevo mais conto de fadas.Eu não escuto as músicas de adolescente.Eu não dou mais a risada ingênua de antes.Eu não escuto calada.Eu não faço mais nada como antes...ainda bem,né?
Você apareceu.
Entre quedas e medos, seu coração deu um salto enorme até minha bagunça.Bem aqui.Conselhos,abraços,beijos no rosto,corações juntos,almas nunca separadas.E você mostrou a beleza da natureza lá de cima: um mar repleto de montanhas e um vento que acariciou todas as feridas já feitas até aqui.E a chuva sempre começa no nosso silêncio.Naqueles segundos em que tenho tanta coisa para te dizer, mas que as gotas simbolizam as palavras que desejo esbanjar pelo mundo.Eu te amo.Com a tempestade, costumo ficar na Terra.Presa.Não gosto de voar.Não gosto do céu azul por isso, sabia?Segredo revelado.

Eu pulei.
Você me ensinou que posso voar.Você me pediu mais calma na confusão do cotidiano, e para isso, abriu as asas que guardara para mim há tanto tempo.Você pediu para que eu enxergasse a vida com mais poesia e menos agonia.Eu ainda tenho algumas mágoas, algumas palavras não ditas, mas eu pulei.

Eu não senti medo quando me afoguei no seu olhar.

Eu me sinto segura.


Xoxo,

Carol

5 comentários:

Thaiane e Thalita disse...

Lindo texto, você transmite bastante sentimentos nas palavras.

Beijos


onlyinspirations.blogspot.com.br

Esther De Sa disse...

Olá Carol, tudo bem?
Lindas palavras! E concordo totalmente que as vezes na vida, temos que nos jogar.
Beijos!

Http://excentricagarota.blogspot.com.br

Brenda disse...

Que lindo Carol, fico bestinha com quem escreve bem assim.



derepentemodaa.blogspot.com

Mundo Literário da Cecy disse...

Bem profundo, Carol, gostei!

Ana Gomes disse...

Eu também não gosto de alturas e ainda não aprendi a voar! Espero ter a mesma sorte <3
cafevodkaeliteratura.blogspot.com.br

Postar um comentário