janeiro 18, 2017

(Resenha) Amigas para sempre, by Kristin Hannah

 Informações técnicas
Ano: 2014 
Páginas: 446
Idioma: português 
Editora: Arqueiro

                                             Sinopse
Tully Hart tinha 14 anos, era linda, alegre, popular e invejada por todos. O que ninguém poderia imaginar era o sofrimento que ela vivia dentro de casa: nunca conhecera o pai, e a mãe, viciada em drogas costumava desaparecer por longos períodos, deixando a menina aos cuidados da avó. Mas a vida de Tully se transformou quando ela se mudou para a alameda dos Vaga-lumes e conheceu a garota mais legal do mundo. Kate Mularkey era inteligente, compreensiva e tão amorosa que logo fez Tully sentir-se parte de sua família. Ao longo de mais de trinta anos de amizade, uma se tornou o porto seguro da outra. Tully ajudou Kate a descobrir a própria beleza e a encorajou a enfrentar seus medos. Kate, por sua vez, a ensinou a enxergar além das aparências e a fez entender que certos riscos não valem a pena. As duas juraram que seriam amigas para sempre. Essa promessa resistiu ao frenesi dos anos 1970, às reviravoltas políticas das décadas de 1980 e 1990 e às promessas do novo milênio. Até que algo acontece para abalar a confiança entre elas. Será possível perdoar uma traição de sua melhor amiga? Neste livro, Kristin Hannah nos conta uma linda história sobre duas pessoas que sabem tudo a respeito uma da outra – e que por isso mesmo podem tanto ferir quanto salvar.

Esse livro me proporcionou várias emoções ao mesmo tempo.Risos,choros e surpresas porque a história é meio que baseada em fatos reais( a inspiração veio da mamãe da autora) e isso fez com que eu(escritora,oi,rs) não tenha medo de expor meus sentimentos também.Mas vamos para o enredo ok?
A história é narrada em terceira pessoa e com esse fato, podemos ver todos os ângulos desses nós que se formam durante a trama.


"A vovó foi até Tully,lhe deu um abraço que tinha um cheiro doce e familiar,de talco e spray  nos cabelos.Aqueles eram os únicos braços que haviam abraçado Tully,aquela era a única pessoa que sempre a fizera sentir-se segura e, de repente,a menina sentiu medo." Página 14


A mãe de Tully é uma viciada em drogas e alcool( e em caras que simplesmente não prestam) e sempre quer levar sua filha( largada há um tempo na casa da vovó) para todos os cantos desse mundo.O problema não é esse.Por um momento, achamos que existe uma intriga familiar ali entre a vó e a filha, e de fato existe: a mãe de Tully simplesmente esquece que tem uma menina pequena para cuidar e a abandona sempre.Várias vezes.Até que um determinado momento da sua infância, a mãe leva ela novamente para algum lugar que não conhece, e de repente, esquece a filha no meio da rua e some.As coisas só começam a acontecer quando Tully arranja uma casa junto com a Vó para morar num lugar chamado Alameda dos Vaga-lumes.

No segundo capítulo, temos uma visão geral do que é a família de Kate: uma menina tímida e diferente do resto, mesmo que tenha pessoas ao seu lado que lhe amam e fariam tudo pelo seu simples sorriso.Ela não tinha ideia se Tully falaria com ela no ponto de ônibus rumo á escola das duas.Ainda bem que o destino deu um jeitinho e transformou as duas em melhores amigas para sempre.

O primeiro contato da Kate com Tully é por puro interesse: sabia que ela faria o tipo popular e queria aumentar sua rede de amigos.Meio clichê né?O lance desse livro é que a autora conta a vida inteira tanto da Tully quanto da Kate, e em que momentos as duas se unem para quebrar todas as barreiras da vida.Entre o cotidiano, começam a fazer faculdade juntas, pois Tully prometeu a mãe de Kate que faria de tudo para ser uma boa amiga para a família.Mas claro, tudo desmorona quando um cara entra em cena e ambas estão apaixonadas por ele.

O livro é grande, mas tem uma explicação muito boa(rs).As suas são diferentes, e essa longa narrativa é necessária por isso: precisamos conhecer as duas vertentes da amizade.Tully tem uma razão para ter se tornado uma garota rebelde e Kate a menina feliz de sempre.

Kristin é tipo uma Nicholas Sparks mais legal sabe? ahahahaha.Incrível como fiquei hipnotizada por essa história.Quem nunca passou por isso?Quem nunca teve uma amizade que acabou?Quem nunca teve inseguranças com suas próprias habilidades?Quem nunca errou?O desenvolvimento dessa história ficou muuito linda.Não é apenas sobre a amizade que aprendemos, e sim, sobre o tempo que perdemos odiando certas pessoas ou então simplesmente guardando coisas bobas no nosso coração.Pra quê tudo isso se um dia todos iremos morrer?Bora aproveitar o agora né?

Em suma, esse livro é demais e já estou apaixonada por essa autora. <3 

Espero que tenham gostado,

Xoxo,
Carol

6 comentários:

Aline Nascimento disse...

Leio muitos elogios dos livros dessa autora.
Infelizmente nunca li nada...

Divagando Palavras
www.divagandopalavras.com

O Que Tem Na Nossa Estante disse...

Oi Carol, tudo bem?

Nunca li nada da autora, mas essa frase: "Kristin é tipo uma Nicholas Sparks mais legal sabe?" me convenceu totalmente hehehehehehehe

Bjs, Mi

O que tem na nossa estante

Gabriele Rafaela disse...

Não conhecia, aparenta ser maravilhoso.
Ótima resenha.
Beijos.
http://vinteedoisdemaio.blogspot.com.br/

thaila oliveira disse...

eu adoro os livros da Kristin, eles despertam emoções e isso é muito legal, pois dá realidade para a história
http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

Maria Cecilia disse...

Oii Carol
Não conhecia nada da autora, gostei da sua resenha e fiquei curiosa hahaha!
Abraços;**
http://FebredeLivro

Nina Novaes disse...

Oi Carol!

Eu já tinha visto esse livro nas livrarias aqui do Rio. Fiquei feliz de saber que ele é muito bom, fiquei mais animada em tentar essa leitura um dia <3

beijos
Psicose da Nina | Instagram

Postar um comentário