setembro 20, 2016

(Resenha) No meio do caminho tinha um amor, by Matheus Rocha

Informações técnicas
EDITORA PARCEIRA : Sextante
LANÇAMENTO: 18/07/2016 
TÍTULO ORIGINAL: NO MEIO DO CAMINHO TINHA UM AMOR 
TRADUÇÃO: NÃO ESPECIFICADO 
NÚMERO DE PÁGINAS: 176 PÁGINAS 


                                      Sinopse
"Eu achava que o amor existia, mas não era pra mim. Você foi a prova que eu estive errado por muito tempo!" – Matheus Rocha

Às vezes, a gente insiste em viver um relacionamento que já chegou ao final faz tempo. Tentamos resistir, fazer de tudo para durar mais, lutando para trazer de volta os momentos mágicos do início. Mas, quando o amor acaba, no lugar do conforto e do carinho que existiam só restam feridas que vão doer por um bom tempo e deixar cicatrizes que não desaparecerão. Porque o amor nem sempre é para sempre.

Com o fim vem a tristeza, a saudade, a mágoa, o desespero e a vontade de nunca mais sentir aquela dor. Aí fechamos as portas ao perigo de sermos machucados outra vez, mas também à chance de sermos amados de novo.

Um belo dia, quando as lágrimas já secaram e nos esquecemos do desconforto, com muito cuidado abrimos uma fresta só para ver a vida lá fora. E, assim como um raio de sol que entra por qualquer brecha, de repente uma vontade de recomeçar nos invade e tudo volta a fazer sentido. E, sem nem saber como, no meio do caminho avistamos novamente o amor – e a certeza de um novo começo!


Gostaria que a palavra além pudesse ser mais expandida para eu explicar o meu sentimento por este livro.Sentimentos ao extremo.
Matheus começa o livro chamando a atenção do leitor.É como se estivesse nos alertando: se não for para se entregar, nem comece a embarcar nessa história contraditória de sentimentos bons, sufocantes e sorrisos aleatórios.



" O amor não reconhece espaços, não se rende aos obstáculos,fronteiras, não olha para os lados.Ainda que existam outros sete bilhões de pessoas no mundo,escolhi estar aqui." Página 16



O livro tem uma estrutura diferente do que estamos acostumados(as) á ler.Matheus fala sobre vários temas em crônicas:amor,família,amizade,descobrimento de quem somos e por aí vai, mas o ponto de partida é o fim de um relacionamento.Ele está sofrendo muito com as saudades, tudo que lhe lembra dela e  com isso, começa a se descobrir num novo estado de graça.










Por mais que pareça bem simples e clichê, tenho certeza que quem arriscou-se á conhecer um pouco mais sobre Matheus, se surpreendeu assim como eu.A forma como lida com as palavras e tira do seu coração o mais precioso, faz com que pensemos em nossas vidas de uma maneira diferente e faz com que nossos pensamentos se intercalem com as dúvidas frequentes.

E ah, claro, a diagramação é divina.Há frases( assim como no livro da Karol Pinheiro)  com frases e desenhos dos textos do livro.E dá vontade de encher de post it porque é lindo demais.

Espero que tenham gostado da minha resenha e que comprem esse livro também.

Eu super indico.

Xoxo,

Carol

3 comentários:

Grande Métamorphose disse...

Ah... O amor.
O livro parece incrivel!
http://grandemetamorphose.blogspot.com.br/

Priscilla Boechat disse...

Ahhh, que coisa mais linda é o amor! <3

https://poetizou.blogspot.com.br/

Rê Oliver disse...

Que livro lindoo! Amei a começar pela capa.
A resenha ficou ótima! Quero tanto, tanto ler! Espero tê-lo em breve
Um beijooo
Estou seguindo teu blog.
www.chuvanojardim.com.br

Postar um comentário