setembro 30, 2016

(Youtube) Resenha: No meio do caminho tinha um amor, by Matheus Rocha!

E aí galera, tudo belezinha?Espero que sim.

Tem sido divertido criar conteúdo para o canal do youtube também.Um pouco desafiador, mas bem legal.Essa é a minha primeira resenha em vídeo e espero que vocês curtam.E que comentem, e critiquem e discutam e também me encham de dicas e sugestões.Estou aberta á tudo, rs :) 


Xoxo,

Carol

setembro 29, 2016

(Inspiração) Poesia

E aí galera, beleza?Eu trago aqui hoje um assunto muito legal.Vocês gostam de poesia? Conhecem o Pedro Salomão? Ele é famoso na internet pelos seus versos lindos e simples e tem feito o maior sucesso.Não sei bem como descobri ele...acho que foi por alguma coisa no facebook ou instagram e comecei a segui-lo nas redes sociais.Ele tem uma personalidade bonita e umas palavras que arrancam nosso suspiro :)
Bora ver alguns vídeos?



E também uma música pra lá de fofa.

Espero que tenham gostado!


Xoxo,

Carol

setembro 28, 2016

(Youtube) Book Haul de Setembro!

E aí pessoas, tudo bem?Hoje eu vim aqui gravar um  book haul meio atrasado, porém dentro do prazo,rs. Bora conferir? :)



Xoxo,


Carol

setembro 27, 2016

(Cheiro de Sonho) Capítulo 1 - Roxas,azuis,encarnadas ( Parte 2 )

— E como eles me pediram para indicar um aluno com as maiores notas e maior entendimento da língua...bom — e ele virou os seus óculos da Era passada para mim, dispensando a menina loira com sardinhas na bochecha, Beatriz. Aparentemente era uma competição e quem tivesse o nome num papelzinho que ele sorteou no mesmo instante que me chamou para ir até o centro da sala ganharia. Gritei nos meus pensamentos e num impulso, abracei o professor. — Eu ganhei, professor.


— Thanks, thank, thanks — falei, errando palavras, tropeçando na pronúncia.
— Ok ok — ele disse, inibindo um sorriso. Delgado não suportava abraços ou demonstrações de afeto; seu semblante era duro e o sentimento quase inexistente,mas pude perceber um tiquinho de nada se abrindo no seu sorriso. Ele também estava feliz.
— Bom,vocês partem na semana que vem ok? Depois da formatura do colegial — ele disse, voltando à sua personalidade madura e profissional.



“Vamos lá, Nova York” estava localizada na Rua das Rosas, na Lapa de Baixo (São Paulo – Zona Oeste), num grande edifício conhecido pelos estranhos como “A Mansão Mal-Assombrada”. A garagem — onde ficavam os carros dos professores — era coberta de árvores gigantes ( quase tombando em cima dos veículos) e logo à frente tinha uma escada de poucos degraus até a secretaria, camuflando um palácio ainda por dentro.
A nossa sala era do povo que estudava ali à tarde, na sétima série. As terças-feiras eles tinham Educação Física e o ambiente espaçoso ficava livre para nós, do terceiro colegial, nos aprimorarmos no conhecimento de uma língua tão complicada de aprender, apesar de fácil comparada ao português. As cadeiras rangiam, as paredes estavam mal pintadas e as janelas quebradas,mas o clima em si era bom, as risadas, as bagunças, as lições e tudo que envolvia a nossa turma em geral.


— Ok — eu disse, sorrindo e pegando minha mochila, andando em conjunto com meus amigos. 
— Vocês viram? Eu vou para Nova York — rolei os olhos para a porta, acenando um “tchau” carinhoso para o professor que apenas deu um “tchau” grosso, movimentando a cabeça num sinal de “dá o fora, logo”. Victor, meu suposto affair, colocou os braços em volta da minha cintura e beijou as bochechas vermelhas da futura garota nova-iorquina. 
— Vou sentir falta de tentar jogar você da ponte do Tietê — ele disse, arfando de tanta risada. Olhei para ele, beliscando sua barriga saliente e bagunçando seus cachos pretos.


— Seu besta, nunca mais faça aquilo ok? Não é legal apostar com os amigos quantos querem sua vida embaixo da Terra — repliquei sobre sua ideia louca de tentar me jogar num rio nojento e poluído, numa noite de sexta-feira com o céu coberto de estrelas.
— E o Artur?Vai contar pra ele? — Victor perguntou meio receoso. Havia contado para ele do acidente na noite passada. Respirei fundo, olhando as garotas vindo atrás da gente, cochichando sobre algum garoto que viram passar na rua, e voltei minha cabeça para a noite passada. 

setembro 24, 2016

(Novdade Literária) Thaís S. Lurco

E aí galera,beleza? Sabe, é muito louco pensar como a Thaís se tornou minha melhor amiga.Nos conhecemos por aqui e quando fechamos os olhos,PLUFT!Viramos BFF's, daquelas de passar as madrugadas conversando sobre a vida,etc.E eu sou TÃO feliz por ela escrever tão bem e saber passar seus sentimentos para as outras pessoas.Ela te compreende e te chama de irmã num simples texto.Ela é genial :)

Ela está com esse livro lindão que logo mais ficará lá no amazon  e eu mal vejo a hora de ver essa história revisada. 

Bora acompanhar toda essa loucura também?



                                                      Sinopse

 Tatiana passou por grandes mudanças em sua vida. Viajou para fora do país, deixando para trás sua família, sua igreja e Bernardo, seu grande amor. Anos depois, ela retorna para casa e não é mais a mesma garotinha assustada que desembarcou em Nova York. De volta ao interior do Rio de Janeiro, Tati tem tudo o que poderia ter desejado na vida: é uma roteirista formada e namora Nick, o cara dos sonhos de qualquer garota. Mas, quando revê lembranças do passado, algo começa a incomodá-la. Quando foi que ela se afastou tanto de Deus e de tudo o que acreditava? Sua mente começa a entrar em conflito, com tantas perguntas sem resposta. Numa tentativa de dar um tempo de seus pensamentos conturbados, ela aceita a proposta dos pais e decide passar um final de semana no retiro de jovens de sua antiga igreja. Tati sabe que seu relacionamento com Deus está por um fio e isso começa a afetar outras áreas da sua vida, mas até onde ela estará disposta a ir para recuperar a fé? Será que um final de semana pode mudar toda a sua história? 
Embarque com ela nessa viagem de perdão e cura e deixe que Deus dê a resposta para todas as suas dúvidas...

Link para pré venda: http://migre.me/v2feR


setembro 23, 2016

(Novidades) Grupo Editorial Record





Ficou curioso(a)?
Entra aqui e confira muito mais!


Xoxo,


Carol

setembro 22, 2016

(Novidades) Editora Objetiva

Publicado pela primeira vez há sessenta anos, o poema mais conhecido de João Cabral mudou os rumos da poesia no Brasil.

Um dos poemas mais populares de João Cabral de Melo Neto, “Morte e vida severina” dá voz aos retirantes nordestinos e ao rio Capibaripe, em cenas fortes e contundentes. Clara crítica social, o autor descreve a viagem de um sertanejo chamado Severino, que sai de sua terra natal em busca de melhores condições de vida. Durante a jornada, Severino se encontra tantas vezes com a Morte que, desiludido e impotente, percebe que a luta é inútil — como ele, tantos outros severinos padecem com a miséria e o abandono. Apenas o nascimento de um bebê, uma criança-severina, renova as esperanças e o espírito cansado daquele que já não tinha motivos para continuar a viver.




Nesta antologia, a poesia de João Cabral e as memórias de Inez Cabral, sua filha, revelam a faceta mais íntima de um dos maiores escritores da literatura brasileira.

Ao longo de seus quase cinquenta anos de carreira diplomática, João Cabral de Melo Neto morou em países como Espanha, Inglaterra, Senegal, Equador e Honduras. A cultura e a paisagem desses lugares marcaram sua poesia de forma expressiva. Sevilha talvez tenha sido a cidade mais cantada pelo poeta, mas não foi, de modo algum, a única. No Equador, por exemplo, o fascínio pela natureza e os índios dos Andes produziu joias como “O corredor de vulcões” e “O índio da Cordilheira”. Entrelaçados a esses poemas, os relatos memorialistas de Inez Cabral revelam ao leitor aspectos cotidianos da vida de João: seus hábitos, opiniões e gostos.






setembro 21, 2016

setembro 20, 2016

(Resenha) No meio do caminho tinha um amor, by Matheus Rocha

Informações técnicas
EDITORA PARCEIRA : Sextante
LANÇAMENTO: 18/07/2016 
TÍTULO ORIGINAL: NO MEIO DO CAMINHO TINHA UM AMOR 
TRADUÇÃO: NÃO ESPECIFICADO 
NÚMERO DE PÁGINAS: 176 PÁGINAS 


                                      Sinopse
"Eu achava que o amor existia, mas não era pra mim. Você foi a prova que eu estive errado por muito tempo!" – Matheus Rocha

Às vezes, a gente insiste em viver um relacionamento que já chegou ao final faz tempo. Tentamos resistir, fazer de tudo para durar mais, lutando para trazer de volta os momentos mágicos do início. Mas, quando o amor acaba, no lugar do conforto e do carinho que existiam só restam feridas que vão doer por um bom tempo e deixar cicatrizes que não desaparecerão. Porque o amor nem sempre é para sempre.

Com o fim vem a tristeza, a saudade, a mágoa, o desespero e a vontade de nunca mais sentir aquela dor. Aí fechamos as portas ao perigo de sermos machucados outra vez, mas também à chance de sermos amados de novo.

Um belo dia, quando as lágrimas já secaram e nos esquecemos do desconforto, com muito cuidado abrimos uma fresta só para ver a vida lá fora. E, assim como um raio de sol que entra por qualquer brecha, de repente uma vontade de recomeçar nos invade e tudo volta a fazer sentido. E, sem nem saber como, no meio do caminho avistamos novamente o amor – e a certeza de um novo começo!


Gostaria que a palavra além pudesse ser mais expandida para eu explicar o meu sentimento por este livro.Sentimentos ao extremo.
Matheus começa o livro chamando a atenção do leitor.É como se estivesse nos alertando: se não for para se entregar, nem comece a embarcar nessa história contraditória de sentimentos bons, sufocantes e sorrisos aleatórios.



" O amor não reconhece espaços, não se rende aos obstáculos,fronteiras, não olha para os lados.Ainda que existam outros sete bilhões de pessoas no mundo,escolhi estar aqui." Página 16



O livro tem uma estrutura diferente do que estamos acostumados(as) á ler.Matheus fala sobre vários temas em crônicas:amor,família,amizade,descobrimento de quem somos e por aí vai, mas o ponto de partida é o fim de um relacionamento.Ele está sofrendo muito com as saudades, tudo que lhe lembra dela e  com isso, começa a se descobrir num novo estado de graça.










Por mais que pareça bem simples e clichê, tenho certeza que quem arriscou-se á conhecer um pouco mais sobre Matheus, se surpreendeu assim como eu.A forma como lida com as palavras e tira do seu coração o mais precioso, faz com que pensemos em nossas vidas de uma maneira diferente e faz com que nossos pensamentos se intercalem com as dúvidas frequentes.

E ah, claro, a diagramação é divina.Há frases( assim como no livro da Karol Pinheiro)  com frases e desenhos dos textos do livro.E dá vontade de encher de post it porque é lindo demais.

Espero que tenham gostado da minha resenha e que comprem esse livro também.

Eu super indico.

Xoxo,

Carol

setembro 19, 2016

(Resenha) O Zen e a arte da escrita, by Ray Bradbury

Informações técnicas
Origem: NACIONAL
Editora: CASA DA PALAVRA
Assunto: Literatura Internacional - Teoria e Critica Literária
Idioma: PORTUGUÊS


               Sinopse
Neste livro, Ray Bradbury procura compartilhar sua experiência como escritor. A obra contém dicas sobre a arte da escrita, desde como encontrar ideias originais até desenvolver a própria voz e o estilo. Apresenta impressões da infância e os bastidores da carreira de Bradbury como um autor de romances, contos, poemas, roteiros de filmes e peças de teatro.

Eu sempre procuro por livros que tenham alguma referência ou então, de alguma forma me ajude a estimular a criatividade ou aprender mais sobre escrever.A maioria dos livros tem dicas básica e que todo escritor sabe de cor, mas um conhecimento nunca é perdido.Por isso, quando localizei esse livro no amazon fiquei encantada.E fiquei ainda mais quando comecei a ler.
A história começa quando ele era pequeno e tinha uma coleção de quadrinhos que tanto amava,Seus amigos ficam zoando pelo seu gosto literário, mas depois de um tempo percebeu que a escolha sobre o que deveria ler ou ler era inteiramente sua e de mais ninguém.Ou seja, não importa o que aconteça ou falem, apenas nunca desista do que quer.


"Grite.Pule.Binque...eles nunca vão viver do jeito que você vive.Vá e faça isso."


Ele fala sobre como podemos absorver o mundo em nossas palavras e transformá-las em histórias.Também nos incentiva á escrever sobre qualquer coisa nos dias de bloqueio criativo e  a pegar um único detalhe do seu cotidiano e escrever um livro todo em cima disso.Parece maravilhoso,hm?

Ele dá várias dicas de como podemos fazer tudo isso, mas principalmente diz "se joga."
O autor nos anima, estimula, incentiva.Uma das partes mais incríveis do livro é quando relata o seu sentimento com a poesia: a expansão das mentes.Porque a poesia é tão complexa e por esse motivo nos torna mais confiantes para buscar o que queremos, sabe?
Bom, o livro é curto e gostei muito.Há algumas partes que achei um pouco massantes.O cara precisa falar uma página inteira de quantos livros teve publicados?Acho que deveria ter focado mais no assunto e não em si mesmo.


Espero que tenham gostado.


Xoxo,

Carol

setembro 17, 2016

(Novidades) Companhia das Letras

Estudo pioneiro sobre o erotismo contemporâneo que articula estudos de gênero e pesquisas etnográficas.

O que é erotismo? Como homens e mulheres consomem pornografia? Como o mercado se transformou com a chegada do "erotismo politicamente correto”?
Essas são algumas das perguntas que a antropóloga Maria Filomena Gregori responde neste estudo pioneiro e corajoso. Prazeres perigosos mostra como produtos e práticas nascidos em contexto de luta pela ampliação de direitos sexuais nos Estados Unidos chegaram ao Brasil, criando um nicho "feminino” para a pornografia.

Situado na fronteira entre a pesquisa etnográfica, os estudos de gênero, a teoria social e o ensaio reflexivo, Prazeres perigosos expõe as forças que atuam na relação de cada um com aquilo que existe de mais particular: o próprio corpo.

setembro 15, 2016

(Projeto Blogueiras Em Ação) Projeto Cartas

Tema: Carta á alguém da família


Querida Gata,
Eu poderia ter escrito para qualquer membro da família, mas...você também   virou minha companheira de noites né?Aquelas em que esquenta meus pés e parece emanar uma super proteção pelo quarto.Viveu durante séculos nos últimos dias e fiquei meditando sobre isso.Sobre a capacidade de se reerguer toda vez que alguém quis te matar.Espero que as pessoas não me considerem louca por falar de uma gata, mas quer saber?Dane-se.Você é um bichinho de estimação e merece tal respeito e consideração.

Alguém quis roubar sua vida quando explodiram um olho seu.Energias ruins estragaram o nosso humor durante anos, mas nada pode ser comparado com a última notícia: você foi atropelada.Praticamente quase morta.E mesmo assim, aqui paradinha no meu quarto, consigo sorrir com seu modo de enfrentar o dia-a-dia.Não se abala.Não desiste.Pode cambalear, pode até se machucar, mas nunca vai parar.De seguir em frente.

Obrigada por me inspirar.
Eu te amo.


Beeijinhos no canto do olho bom e um carinho na orelha.

Carol

setembro 14, 2016

(Lançamentos) Editora Charme

Brandon Montgomery está de volta!

Desta vez, Desejando Spencer!

Saiba, agora pelo ponto de vista dele, o que aconteceu em 'Tudo o que eu desejo'.

O livro já está em pré-venda em nossa loja. E comprando o livro até a data do lançamento, (07/10), você concorre a um exemplar de 'Tudo o que eu desejo' autografado.

E tem mais: as dez primeiras compras do livro receberão um kit personalizado pela própria autora.

Brandon Montgomery encontrou a mulher que sempre sonhou ter. Ele não consegue mais se imaginar vivendo sem Spencer Marshall, porque ela é sua rocha. É inteligente, engraçada, a mulher mais bonita que ele já viu e... claro, uma ótima dançarina.

Depois que a louca da ex-namorada tentou lhe tirar Spencer, Brandon não consegue mais viver sem dormir e acordar com ela em seus braços.

Porém, fantasmas de seu passado continuam aparecendo e, numa noite trágica, Spencer é tirada dele.

Brandon conseguirá proteger Spencer como prometeu ao pai dela que faria? Ele conseguirá chegar até ela antes que seja tarde demais, ou será que seu passado tirará o futuro que ele sempre desejou?

setembro 13, 2016

(Projeto Literário) Diário de Leitura

Oi galera, tudo bem? Eu espero que estejam animados(as) com essa notícia.Farei um diário de leitura com o livro A Casa das Orquídeas( by Lucinda Riley) e preciso da opinião de vocês.O que é melhor?Vários vídeos falando sobre a histórias e coisas do tipo, ou alguns posts falando sobre o que estou achando da história?Ainda não tenho data para começar esse projeto, mas podem apostar que será em breve! :) 










Xoxo,

Carol

setembro 12, 2016

(Textos Meus) Você partiu para a felicidade!

A hora vale a pena se for inteira e não de sentimentos vazios.Confuso?Ok,vou esclarecer.Sabe quando você está no meio de uma multidão e de repente, esbarra em um conhecido que não vê há anos?Alguém que simplesmente te faz explodir por amor porque a alegria dele é contagiante?Você está bem, eu sei.Você está com sua vida completa, eu sei, mas malandro, precisava te encontrar hoje.Em meio as diretrizes erradas que tenho traçado,encontrar você foi a inspiração para continuar me buscando.Então, estou aqui, na rodoviária tietê quase partindo para encontrar meu namorado em outro estado, e você aparece.Aquele antigo amigo da faculdade imerso á problemas loucos nunca resolvidos e relacionamentos contados pela metade e nunca sentidos.A rodoviária é um lugar tão maluco, todo mundo indo e vindo e paft!Você.Está casado e tem uma vida feliz.No tempo que te conheci desejei isso.Mais do que qualquer outro livro interessante( e você sabe minha fissura,rs).E cá está você, me inspirando com seu olhar.Me acolhendo com seu abraço.Obrigada por transformar o meu dia.Obrigada por roubar vinte minutos para contar que sua felicidade é eterna.Sério.Te amo daqui até a lua.Só nós sabemos das loucuras que você passou e das porradas que a vida te empurrou.Mas você conseguiu.


Se encontrou.Vai, está na hora.Vai viajar com seu namorado/casado e ser feliz.Mande lembranças e ah...é tão maravilhoso lembrar que estive com você quando suas decisões precipitaram seu futuro inesperado.Eu me sinto PARTE.Entendeu porque minha hora se encheu?Você esteve aqui hoje.E eu senti sua falta.
Love you baby! :)



Xoxo,



Carol

setembro 09, 2016

(Youtube) Você fez de novo!

Oi galera, tudo belezinha? Hoje eu vim aqui com mais um vídeo, porém um pouco diferente.Eu amo escrever poesias e decidi tentar, a partir de agora, recitá-las em forma de vídeo para vocês.Que tal?Espero que curtam a ideia!


Xoxo,


Carol

setembro 08, 2016

(Day Alone) Day Nine

Eu não consigo.Formar uma boa frase quando o fim é próximo.E quando seus olhos encaram a minha alma com uma sofreguidão sem tamanho.Você está á beira de se jogar na água com seus sentimentos velhos e revoltantes.Você está entregue, mais do que nunca.Entregue ao amor que construímos em malditos dez anos.Suspiro fundo.Uma dormência embaça minha visão e de repente, não sou mais eu falando.É a menina que se escondeu atrás de todas as verdades e mentiras durante quatro meses.Dias sem pronunciar o seu nome para que o assassinato fosse adiado.Eu me exponho como nunca fiz.Eu seguro o choro, como nunca precisei perto de você.Suas bocas gritam "fala" e meu coração se cala.Eu olho para seu semblante impassível e te puxo para o abraço mais forte.Fico alguns segundos tentando buscar as palavras, mas parece que o silêncio é a resposta para todas suas perguntas.Menti.Falei que não sentia falta das suas risadas.Dos segredos que só você sabe.Eu quase morri de saudades na última semana.Eu quase matei meus sentimentos pouco a pouco para que tudo fosse junto com o vento.Mas a merda do coração, ah, caramba.Eu não esperava pela sua redenção.Em nenhum segundo desde o momento em que a nossa distância foi supercialmente boa pra mim.Eu acobertei tudo.Mas você veio e eu fugi.E você me fez ficar.


E enquanto seu cabelo está no meu rosto, tento pensar na saudade que senti de cuidar de você.De dar um "bom dia", seja lá como for.De perguntar se está bem.De te acalmar com uma palhaçada quando estiver triste.De...apenas estar aqui.Por você.Não é obsessão.É amor.Esse abraço é o nosso reencontro.É a nossa paz finalmente estabelecida.E quando digo em voz alta que sinto sua falta é porque tem uma menina fechada aqui disposta á se abrir.Quero fazer parte de cada detalhe da sua vida.Aqui.Nesse abraço.


Eu te amo tanto.É mais do que uma amizade.Irmandade.E se eu tiver que dar uma segunda chance pra essa relação, tudo bem.Dou três.Cara, passei uma semana inteira apenas sendo forte o suficiente pra te afastar.Por achar que tudo ia destruir de novo antes mesmo de começar.Precipitei, eu sei.Eu não acredito que quase tudo virou verso.Só verso e nunca mais abraços apertados.Ah, como eu senti falta desse abraço.
O mundo pode acabar.O sol pode parar de brilhar.E a lua vai sempre nos acompanhar.No mesmo lugar de sempre, com as mesmas fofocas e os mesmos sentimentos compartilhados.Irados.Eles ficam irados com a nossa resistência.Que dane-se.
Hoje é nosso aniversário.É o dia que recomeçamos.Viva a nossa amizade!


Minha pequena!


<3


Xoxo,

Carol



setembro 07, 2016

(Vamos falar sobre...) Bethan Horton!

Hello people, como vocês estão?Espero que bem.Hoje o post é um pouco diferente, pois acho bom conversarmos sobre tudo né? Minha vida não depende apenas dos livros.E sim de conselhos,experiências vividas e até algumas inspirações aleatórias que surgem de vez em quando na minha enorme cabeça,rs.

Vocês conhecem a Bethan Horton?Ela começou sua carreira de cantora no youtube, tocando covers no seu violão( e ainda toca, na verdade) e só não é conhecida porque a vida nunca foi fácil pra ninguém.Ela tem uma voz linda e uma magia que irradia das letras que escreve e até mesmo da forma que canta as músicas de outros artistas.Por isso, quando vi o último vídeo eu meio que me espantei.Aparentemente, Bethan sofre de depressão há algum tempo e dependendo de certas situações em sua  vida, a coisa parece que desanda.Ela contou sobre  o  recente término com o namorado que sempre esteve ao seu lado e a sua frustação por nunca conseguir alcançar o que deseja com a música, mesmo sendo extremamente positiva.E achou importante desabafar isso com seus inscritos( e com o mundo na verdade) para que outras pessoas não se sintam tão mal com isso.É tipo "estou aqui, se vocês precisarem".Fiquei pensando nesse vídeo um tempo.E conclui que seria tão bom se os famosos começassem a se expôr mais sobre os problemas diários né?Já que tem uma voz com o público, então que os use com dignidade e seriedade.Acredito que dessa forma os artistas consigam atingir mais pessoas que estão passando por problemas complicados, e dessa forma, a aproximidade torna tudo mais fácil e leve.


Tem um problema?Fale a respeite.Comente.Converse.Grite.Escreva.Sei lá.Faça alguma coisa para que outras pessoas possam enxergar isso e tentar melhorar.O amor será universal se praticado desse jeito.Estou ficando maluca ou vocês concordam comigo?



Espero que tenham gostado do meu desabafo <3 

Xoxo,


Carol.

setembro 06, 2016

Lançamentos de Setembro - Editora Sextante,Arqueiro

Na época da faculdade, Myron Bolitar teve seu primeiro relacionamento sério, que terminou de forma dolorosa quando a namorada o trocou por seu maior adversário no basquete. Por isso, a última pessoa no mundo que Myron deseja rever é Emily Downing.

Assim, ele tem uma grande surpresa quando, anos depois, ela aparece suplicando ajuda. Seu filho de 13 anos, Jeremy, está morrendo e precisa de um transplante de medula óssea – de um doador que sumiu sem deixar vestígios. E a revelação seguinte é ainda mais impactante: Myron é o pai do garoto.

Aturdido com a notícia, Myron dá início a uma busca pelo doador. Encontrá-lo, contudo, significa desvendar um mistério sombrio que envolve uma família inescrupulosa, uma série de sequestros e um jornalista em desgraça.

Nesse jogo de verdades dolorosas, Myron terá que descobrir uma forma de não perder o filho com quem sequer teve a chance de conviver.




Southport pode ser um bom lugar para recomeçar. Esse foi o pensamento de Katie quando ela chegou à pequena cidade da Carolina do Norte. Linda e reservada, a moça estava decidida a não criar laços com ninguém. Ou, pelo menos, essa era a intenção até conhecer Jo, sua vizinha extrovertida e brincalhona, e Alex Wheatley, o simpático dono do armazém, pai de duas crianças adoráveis.

Apesar de relutante, Katie aos poucos firma raízes na comunidade e, depois de conhecer melhor a família e o bom coração de Alex, começa a abrir espaço em sua vida para o amor. No entanto, esse novo relacionamento faz com que ela se veja diante de antigos medos que pretendia deixar no passado.

Confrontada pelos próprios fantasmas, Katie precisa decidir entre ceder a eles ou enfrentá-los. E, no momento mais difícil, ela descobrirá que o amor é o único porto seguro.

Um dos livros mais intensos de Nicholas Sparks, Um porto seguro é promessa certeira de lágrimas, sorrisos e surpresas emocionantes.





Aos 25 anos, a doce Julie Barenson perdeu seu grande amor para uma doença impiedosa. Porém, ao partir, o marido lhe deixou dois presentes inesperados: um filhote de cão dinamarquês chamado Singer e a promessa de que cuidaria dela para sempre, onde quer que estivesse.

Quatro anos depois, Julie enfim está pronta para tentar amar de novo e se vê dividida entre Richard Franklin, um belo e sofisticado engenheiro que a trata como uma rainha, e Mike Harris, um mecânico gentil que – junto com Singer – tem sido seu melhor amigo desde que ficou sozinha. Ela tem que tomar uma decisão. Só não pode imaginar que, em vez de lhe trazer felicidade, essa escolha transformará sua vida num pesadelo causado por um ciúme tão doentio que está a um passo de se tornar criminoso.

O guardião contém tudo o que os leitores esperam de um romance de Nicholas Sparks, mas desta vez ele se reinventa e acrescenta um novo ingrediente à trama: páginas e mais páginas de muito suspense.




Isabel Townsend não é exatamente o que se espera da filha de um conde. Apesar de ter a pele delicada e de saber se portar como uma dama quando necessário, a jovem também monta a cavalo, conserta telhados, administra a propriedade e cria o irmão caçula desde que a mãe faleceu – tudo isso sem despertar a menor suspeita de que não há um homem sequer para cuidar de sua família.

Para o pai dela, que só queria se divertir e gastar dinheiro em jogatinas, pouco importava o que ela fizesse. Porém, quando ele morre, Isabel se vê sem recursos e precisa defender os direitos do irmão, ameaçados pela chegada iminente de um tutor. Assim, não lhe resta saída senão vender sua coleção de estátuas de mármore, o único bem que herdou.

Para sorte sua, um especialista em antiguidades acaba de chegar ao condado. Inteligente e sensual, lorde Nicholas St. John é um solteiro convicto que deixou Londres para se livrar das jovens que passaram a persegui-lo desde que foi eleito um dos melhores partidos da cidade.

Em poucos dias, fica claro para Nick que Isabel é a mulher mais obstinada e misteriosa – além da mais interessante – que já cruzou seu caminho. Ao mesmo tempo, ao conhecê-lo melhor, a independente Isabel percebe que há homens em que vale a pena confiar. Enquanto eles põem de lado suas antigas convicções, seus corações se abrem para dar uma chance ao amor.




Há quem diga que o feiticeiro mais poderoso de todos os tempos é um homem chamado Gavião. Este livro narra as aventuras de Ged, o menino que um dia se tornará essa lenda.

Ainda pequeno, o pastor órfão de mãe descobriu seus poderes e foi para uma escola de magos. Porém, deslumbrado com tudo o que a magia podia lhe proporcionar, Ged foi logo dominado pelo orgulho e a impaciência e, sem querer, libertou um grande mal, um monstro assustador que o levou a uma cruzada mortal pelos mares solitários.

Publicado originalmente em 1968, O feiticeiro de Terramar se tornou um clássico da literatura de fantasia. Ged é um predecessor em magia e rebeldia de Harry Potter. E Ursula K. Le Guin é uma referência para escritores do gênero como Patrick Rothfuss, Joe Abercrombie e Neil Gaiman.






Mase sempre preferiu a vida simples em seu rancho no Texas à agitação do mundo do pai em Rosemary Beach. Na verdade, ele quase nunca visita o famoso astro do rock e Nan, sua meia-irmã mimada e egoísta. Mas tudo muda quando conhece uma das empregadas da casa, uma garota linda que, sem saber da presença dele, o desperta com seu canto desafinado.

Depois de anos sendo maltratada pela família e pelos colegas por causa de um distúrbio de aprendizagem, Reese conquistou sua liberdade e mora sozinha trabalhando como diarista para as famílias ricas da cidade. No entanto, seu sustento fica ameaçado quando ela causa um acidente na casa de Nan Dillon.

Ao ser salva por Mase, um rapaz atencioso e com charme de caubói, Reese fica surpresa pelo gesto dele e, depois, apavorada quando ele demonstra interesse nela. Nunca na vida Reese conheceu um homem em quem pudesse confiar. Será que Mase pode ser diferente?

Nessa ardente paixão que nasce entre a doce e batalhadora Reese e o centrado e sexy Mase, Abbi Glines mais uma vez mescla tristezas da vida real com amores de contos de fada e nos faz suspirar até a última página.




30 dias para mudar apresenta o badalado programa Whole30, de Melissa Hartwig e Dallas Hartwig, que já ajudou centenas de milhares de pessoas a transformar de vez a relação com a comida. Sua abordagem leva a uma perda de peso sem grandes sacrifícios, além de melhorar significativamente a qualidade do sono, os níveis de energia, o humor e a autoestima.

A partir de um plano de apenas cinco passos, você vai eliminar todos os alimentos que possam estar lhe fazendo mal – como grãos, açúcares, laticínios e leguminosas –, ver como se sente e depois reintroduzir os grupos alimentares pouco a pouco, escolhendo com consciência o que quer ou não manter de acordo com os seus sintomas.

Com esse conhecimento, você será capaz de erradicar hábitos pouco saudáveis, reduzir compulsões alimentares e a gula relacionada ao estresse, melhorar a digestão e fortalecer o sistema imunológico. E fará tudo isso sem passar fome, sem contar calorias e sem precisar se pesar.

Para ajudar no processo, os autores relatam histórias reais de pessoas que aderiram ao programa e tiveram sucesso, abordam as principais dificuldades enfrentadas pelos participantes, sugerem uma lista de compras apenas com os itens permitidos e ensinam como agir quando você come fora de casa e como adaptar o programa para crianças, gestantes e vegetarianos.

O livro ainda apresenta um cardápio completo para uma semana e um superbônus: mais de 100 receitas práticas e deliciosas com comida de verdade, desenvolvidas para saciar o apetite e estimular o paladar. Elas vão desde as preparações mais básicas, como molhos e acompanhamentos, passando por refeições práticas feitas em apenas uma panela, até chegar a drinques e menus completos para ocasiões especiais, como festas de fim de ano.




O zumbi chegou ao oitavo ano... e à adolescência. E agora?

Assim como os humanos, zumbis também sofrem durante a adolescência. A voz muda, uma perna fica 10 centímetros maior do que a outra, os primeiros mofos começam a crescer no rosto... O quê? Isso nunca aconteceu com você?

A boa notícia é que você pode sempre contar com os amigos durante essa fase difícil. E o zumbi precisará de toda a ajuda possível de Esquely, Slimey, Creepy, Sally e do humano Steve, porque o oitavo ano da Escola Monstro acabou de começar.

Além de ter que sobreviver a um concurso de soletrar e ao temível professor Matsumoto, nosso zumbi preferido terá um desafio muito especial: se conseguir tirar nota 7 em todas as matérias, vai ganhar um video game novinho em folha!

Só tem um detalhe: como o zumbi vai conseguir tirar uma nota boa na aula intermediária de susto com aquela carinha inofensiva dele?

NESTE VOLUME: O ZUMBI VAI FICAR MONSTRUOSO!




Este livro reúne textos que mostram o amor do ponto de vista de quatrojovens que escrevem sobre relacionamentos legítimos e atuais, que souberam se reinventar. Sem medo de expressar seus sentimentos, deixam para trás estereótipos já obsoletos – como o controlador machista ou o piegas choroso – e falam sobre viver a dois e sobre a natureza das relações em todos os seus aspectos.

Assim, cada autor reflete sobre o amor representado por um elemento: Arthur Aguiar escreve que “O amor é água”, dizendo que ele é fluido, mas por vezes gelado; ora tempestade, ora profundo. Fred Elboni explica que

“O amor é ar”, mostrando a leveza de se amar sem sofrer, da brisa que envolve os apaixonados, mas que por vezes torna-se furacão. Ique Carvalho se debruça sobre quando “O amor é fogo”, que arde, aquece a alma, mas que também pode incendiar até doer. E Matheus Rocha conta que “O amor é terra”, estável, tranquilo, mas que não escapa dos terremotos da vida, que tiram tudo do lugar para que a rotina não o extermine.

Um livro apaixonante, para quem ama e para quem quer amar um dia... e sempre.





Jim teve uma infância difícil. Cresceu com o pai alcoólatra e a mãe depressiva numa pequena cidade da Califórnia. Para ele, a vida se resumia a uma sucessão de dias tristes, violentos e sem esperança.

Mas tudo mudou ao completar 12 anos, quando entrou numa loja de artigos de magia e conheceu a misteriosa Ruth. Enxergando todo o sofrimento do menino, a generosa senhora resolveu ajudar e prometeu ensinar a ele a maior de todas as mágicas. Ao longo de seis semanas, Ruth guiou Jim por diversas técnicas de meditação, ensinando-o a relaxar o corpo, esvaziar a mente e abrir o coração – os passos necessários para qualquer pessoa aprender a lidar com a dor e com as próprias emoções.

Os anos se passaram, Jim incorporou as práticas e se tornou o Dr. James Doty, neurocirurgião proeminente e empresário de sucesso. Mas esqueceu de manter o coração aberto, o que gerou terríveis consequências.

Nesta emocionante história real, Dr. Doty mostra o poder que a compaixão tem de transformar vidas e a força que cada um de nós possui para transformar o mundo.





Combinando lindas fotos de cachorros às ótimas lições de vida que eles nos ensinam, este livro é um delicioso lembrete do que realmente importa.

Menos preocupação, mais alegria. Os cachorros nos ensinam a receber cada manhã com entusiasmo e otimismo, a amar de forma incondicional, a perdoar com facilidade e a saber quando fugir e quando descansar. Verdadeiros filósofos de quatro patas, eles nos mostram que cada dia é uma dádiva — e que cada refeição é a melhor de todas!




Viver é experimentar incertezas, riscos e se expor emocionalmente. Mas isso não precisa ser ruim. Como mostra Brené Brown, a vulnerabilidade não é uma medida de fraqueza, mas a melhor definição de coragem.

Quando fugimos de emoções como medo, mágoa e decepção, também nos fechamos para o amor, a aceitação e a criatividade. Por isso, as pessoas que se defendem a todo custo do erro e do fracasso acabam se frustrando e se distanciando das experiências marcantes que dão significado à vida.

Por outro lado, as que se expõem e se abrem para coisas novas são mais autênticas e realizadas, ainda que se tornem alvo de críticas e de inveja. É preciso lidar com os dois lados da moeda para se ter uma vida plena. Em sua pesquisa pioneira sobre vulnerabilidade, Brené Brown concluiu que fazemos uso de um verdadeiro arsenal contra a vergonha de nos expor e a sensação de não sermos bons o bastante, e que existem estratégias eficazes para serem usadas nesse “desarmamento”.

Neste livro, ela apresenta suas descobertas e estratégias bem-sucedidas, toca em feridas delicadas e provoca grandes insights, desafiando-nos a mudar a maneira como vivemos e nos relacionamos.





Em épocas de crise econômica e desemprego em alta, cresce o número de pessoas que resolvem abrir a própria empresa. Em geral, esseempreendedores concentram todos os esforços no desenvolvimento de produtos ou serviços, sem se preocupar muito com um plano de negócios ou a parte financeira.

Duas situações costumam acontecer: ou o empreendedor ainda não tem condições de contratar especialistas para cuidar dos números e tenta gerenciá-los com seus conhecimentos básicos, ou então delega a tarefa e não quer mais saber do assunto. Em ambos os casos, ele fica “no escuro”, pois abre mão de uma parte importante da gestão.

Este livro reúne o conhecimento de que todo mundo precisa para entender as finanças do próprio negócio. Gustavo Cerbasi explica, em uma linguagem simples, os principais conceitos e termos técnicos dessa área, oferece dicas para assumir o controle financeiro e estratégias para o crescimento sustentável.