julho 30, 2016

(Wishlist mensal) Julho!

Oi galera, tudo bom? Criei uma nova "categoria" para o blog hoje.Pensei em fazer uma wishlist mensal dos livros que mais achei legal.E aí, bora conhecer os meus favoritos?




Palestras perfeitas, inspiradoras e de grande alcance. Um orador que sobe no palco e acerta no alvo. Assim são as Conferências TED, e esse é o guia definitivo do TED para que você também possa fazer palestras inesquecíveis.
Desde que assumiu o comando do TED em 2001, Chris Anderson tem mostrado o poder que as palestras curtas, francas e cuidadosamente elaboradas do programa têm de compartilhar conhecimento, despertar empatia, gerar empolgação e promover sonhos. Feita da maneira certa, uma apresentação é capaz de eletrizar um auditório e transformar a visão de mundo da plateia - seu impacto pode ser mais poderoso que o de qualquer informação escrita.
Esse livro explica como alcançar o feito de produzir uma fala marcante. Não há uma fórmula, já que nenhum discurso deve ser igual a outro. Contudo, existem ferramentas que podem garantir o desempenho de qualquer orador.
Nos bastidores do TED, Chris Anderson acompanhou de perto palestras individuais que, in loco e on-line, chegam a alcançar milhões de pessoas. Discursos únicos, sobre os mais variados temas, de personagens que vão de Bill Gates a Bono Vox, Stephen Hawking a Michelle Obama, Elon Musk a Jamie Oliver, entre muitos outros. Nesse livro ele compartilha seus insights mais relevantes, que cobrem desde a formulação do conteúdo da conferência até como tirar melhor proveito do palco. TED Talks é o manual definitivo do século XXI para uma comunicação de fato efetiva, além de leitura obrigatória para todos que querem mudar o mundo com suas ideias.




Uma bela jovem com um segredo, determinada a fazer de tudo para vencer na carreira. Um bilionário decidido, com habilidades que vão muito além de seus dons em informática.
Uma paixão avassaladora que vai pôr de ponta-cabeça os planos de todos os envolvidos. Erica Hathaway aprendeu desce cedo a não depender de ninguém. Recém-formada em Harvard e dando início à própria empresa, tudo o que ela não quer é perder seu foco profissional por conta de paixonites juvenis. Planos, porém, são feitos para falhar. Em uma reunião decisiva, Erica conhece o misterioso e genial empresário Blake Landon e se vê imediatamente atraída por ele. Apesar de o sentimento ser mútuo, ela resiste aos avanços implacáveis de Landon. O que ele não imaginava era que Erica escondesse um segredo inimaginável, que pode pôr a perder não só a relação entre os dois, como também a vida que ela lutou muito para construir. 
Sobre autora: Meredith Wild é autora best-seller internacional e dos jornais New York Times e USA Today. Com uma casa em New Hampshire onde mora com o marido e os três filhos, Meredith se define como uma apreciadora de tecnologia e whisky, além de uma romântica inveterada.





Mia, uma professora de arte de 25 anos, é filha do proeminente juiz James Dennett de Chicago. Quando ela resolve passar a noite com o desconhecido Colin Thatcher, após levar mais um bolo do seu namorado, uma sucessão de fatos transformam completamente sua vida.
Colin, o homem que conhece num bar, a sequestra e a confina numa isolada cabana,
em meio a uma gelada fazenda em Minnesota. Mas, curiosamente, não manda nenhum
pedido de resgate à familia da garota.
O obstinado detetive Gabe Hoffman é convocado para tocar as investigações sobre o
paradeiro de Mia. Encontrá-la vira a sua obsessão e ele não mede esforços para isso.
Quando a encontra, porém, a professora esté em choque e não consegue se lembrar de nada, nem como foi parar no seu gélido cativeiro, nem porque foi sequestrada ou mesmo quem foi o mandante. Conseguirá ela recobrar a memória e denunciar o verdadeiro vilão desta história?




Lucas Lira tem dois canais no YouTube, o Invento na Hora e Invento na Hora TV, que “trollam” com tudo e todos: a namorada, o melhor amigo, o exame do Enem e até com ele mesmo. Neles, momentos de seu dia a dia e do cotidiano de pessoas próximas são revelados totalmente sem filtro. E Lucas ainda embarca nos desafios propostos por seus fãs: já colou a boca com uma supercola e foi “baleado” com uma pistola de ar comprimido. Mas você que está inscrito em seus canais sabe mesmo quem é o Lucas? Sabe dizer onde ele nasceu e qual foi sua inspiração para lançar um canal no YouTube? Neste livro você vai, com certeza, descobrir as respostas para essas e outras tantas perguntas.









Flores não crescem do nada – ou crescem? Para Eleanor, era o mistério que não conseguia responder: qual era o truque daquele jardineiro contratado para cuidar da estufa em sua casa e que transformara o lugar em uma floresta imaginária. Sebastian, o tal estranho, parece um homem como qualquer outro – exceto, talvez pelas perguntas desconcertantes que faz ou pelo fato de que as plantas obedecem seus comandos de maneira muito intrigante…














Em seu terceiro livro, Frederico Elboni propõe ao leitor explorar seus sentimentos mais profundos, falando sobre temas que muitas pessoas não entenderiam. Saudade de pessoas que já se foram, amores perdidos, dilemas da vida adulta, todos esses temas viram crônicas nas mãos do jovem autor de 'Um sorriso ou dois' e 'Meu universo particular'.








Eleanor & Park é engraçado, triste, sarcástico, sincero e, acima de tudo, geek. Os personagens que dão título ao livro são dois jovens vizinhos de dezesseis anos. Park, descendente de coreanos e apaixonado por música e quadrinhos, não chega exatamente a ser popular, mas consegue não ser incomodado pelos colegas de escola. Eleanor, ruiva, sempre vestida com roupas estranhas e “grande” (ela pensa em si própria como gorda), é a filha mais velha de uma problemática família. Os dois se encontram no ônibus escolar todos os dias. Apesar de uma certa relutância no início, começam a conversar, enquanto dividem os quadrinhos de X-Men e Watchmen. E nem a tiração de sarro dos amigos e a desaprovação da família impede que Eleanor e Park se apaixonem, ao som de The Cure e Smiths. Esta é uma história sobre o primeiro amor, sobre como ele é invariavelmente intenso e quase sempre fadado a quebrar corações. Um amor que faz você se sentir desesperado e esperançoso ao mesmo tempo.





Quando o colégio inteiro descobre que Hannah Sheppard está grávida, ela tem um verdadeiro colapso. E quem está ao seu lado é Aaron Tyler, um aluno novo e o único garoto que não parece ter segundas intenções em relação a ela. Desejando compensar seus erros do passado, Aaron toma uma difícil decisão: ele se oferece para fingir ser o pai do bebê. E, temendo revelar quem é o verdadeiro pai, Hannah aceita. Em um período marcado por perdas, arrependimentos e esperança, os dois vão descobrir que nada se compara a encontrar o seu primeiro melhor amigo de verdade. Este livro inteligente, por vezes comovente e engraçado, mostra que crescer pode ser complicado, mas é assim que se descobre o que realmente importa na vida.








O avô de Joia parou de falar no dia em que matou o irmão dela. O menino se chamava John, e achava que tinha asas. Subia e saltava do alto de qualquer coisa, até ganhar do avô o apelido de Passarinho. Joia não teve a chance de conhecê-lo, pois Passarinho se jogou do penhasco bem no dia em que ela nasceu. Ainda assim, por muito tempo ela viveu à sombra de suas asas. Agora, aos doze anos, Joia mora em uma casa tomada por silêncio e segredos. Os pais culpam o avô pela tragédia do passado, atribuem a ele a má sorte da família. Joia tem certeza de que nunca será tão amada quanto o irmão, até que ela conhece um garoto misterioso no alto de uma árvore. Um garoto que também se chama John. O avô está convencido de que esse novo amigo é um duppy — um espírito maldoso —, mas Joia sabe que isso não é verdade. E talvez em John esteja a chave para quebrar a maldição que recaiu sobre sua família desde que Passarinho morreu. 






"Minha doença é tão rara quanto famosa. Basicamente, sou alérgica ao mundo. Qualquer coisa pode desencadear uma série de alergias. Não saio de casa. Nunca saí em toda minha vida. As únicas pessoas que já vi foram minha mãe e minha enfermeira, Carla. Eu estava acostumada com minha vida até o dia que ele chegou. Olho pela minha janela para o caminhão de mudança, e então o vejo. Ele é alto, magro e está vestindo preto da cabeça aos pés. Seus olhos são de um azul como o oceano. Ele me pega olhando-o e me encara. Olho de volta. Descubro que seu nome é Olly. Talvez eu não possa prever o futuro, mas posso prever algumas coisas. Por exemplo, estou certa de que vou me apaixonar por Olly. E é quase certo que será um desastre."




Querem contar os desejos de vocês? Comenteeeem aqui e vamos prosear :) 

Xoxo,

Carol

2 comentários:

Carol Cristina disse...

Oi Carol!
Desses eu só li Eleanor & Park, é muito bom! Tenho vontade de ler Encrenca e Tudo e todas as coisas. Achei a capa de A casa de vidro linda *-*
Um desejado meu é o Para todos os garotos que já amei - Jenny Han ;)
Bjs
http://acolecionadoradehistorias.blogspot.com

kethlyn galdino disse...

Oie.
Eu ameiiii "Tudo e todas as coisas". Chorei muito com esse livro. Li ele em uma tarde. ♥
Estou louca para ler "A Garota Perfeita" acho essa capa linda.
"Eleanor & Park" é um livro que faz muito tempo que quero ler e ainda não tive a oportunidade de comprar... Irei colocar uma estrelinha nele na minha lista para comprar na Bienal.
Adorei seu post!
Beijos ♥

Keth - www.parbataibooks.blogspot.com.br

Postar um comentário