junho 11, 2016

(Novidades) Grupo Companhia das Letras - Editora Paralela

O cenário pode variar: o recreio da escola, a mesa de um bar, o cafezinho do trabalho. Mas quem nunca se viu numa discussão sobre temas como “Han Solo atirou primeiro? (no “Episódio IV” de Guerra nas estrelas)” ou “a máfia matou Bruce Lee?" ou “Os Simpsons são capazes de prever o futuro”? Se esse tipo de conversa era comum no passado, a internet, esse terreno fértil para espalhar lendas urbanas, fez que ficasse cada vez mais frequente. Ele mesmo um habitué desse tipo de discussão, Pablo Miyazawa decidiu usar seus conhecimentos como um dos jornalistas de cultura pop mais respeitados do país para tentar separar o que é fato do que é ficção. O resultado é um livro divertido e fácil de ler, repleto de anedotas e histórias de bastidores. Informativo sem nunca ficar restrito somente aos fãs de cada tema. Indispensável para viciados em cultura pop (e não somos todos hoje em dia?) ou simplesmente para quem tem um fraco por teorias da conspiração da internet (de novo, todos nós).




Os Simpons conseguem prever o futuro? Se existe um fato incontestável na cultura pop nos últimos 25 anos é: Os Simpons sabe das coisas. Mesmo há tantos anos initerruptos em exibição, a série animada criada pelo cartunista Matt Groening ainda consegue se manter atual, relevante e capaz de provocar fortes reações no público. Com certeza, é o tipo de mérito que poucas sagas ficcionais recentes podem celebrar. Não é apenas a longevidade que chama a atenção na série, mas sua capacidade de compreender e interpretar tão bem o mundo em que vivemos. É como se tivesse passado no teste do tempo inúmeras vezes nos últimos anos, graças a pequenos detalhes e informações que surgem de vez em quando em suas cenas. 


0 comentários:

Postar um comentário