junho 28, 2016

(Day Alone) Day Seven

Eu não sei como dizer isso.Eu não estou simplesmente abandonando você.Estou deixando sua alma livre para escolher os caminhos - cansei do cargo de tutora.É egoísta.Ama tanto á si mesma que nega á perceber que os outros precisam da sua amizade também.Eu precisei.E tive o retorno da sua namorada.Tudo bem, sem problemas.Mas esperava que uma relação( um casamento, como disse há alguns meses mencionando nossa parceria) fosse tão importante quanto a própria vida.Esperar.Errado.Eu sei.Não estou indo embora por esse motivo, mas porque fiquei tão louca na  última semana que sua presença foi insignificante.Era como um borrão num quadro que sempre está na sala de estar em casas grandes.Pus sua vida na frente da minha.Chamei seus problemas de meus e lutei até a última gota.Eu quase perdi a cabeça com meu relacionamento por sua causa,sabia?Para escutar "não brigue com ele.Não vale a pena".Ah sim,passar dez anos esperando seu amor vale bem mais né?Sempre foi a bolha intocável.E comigo era diferente - dizia sempre.Não.É igual.Trata as pessoas como se fossem um papel de plástico levitando pelo ar.Entende porque todo mundo foi embora?Ninguém gosta de brincar -  somos adultos já.Dói.Como alguém tirando sua vida de mim.Dói.Dói muito.Mas preciso ir.Já peguei tudo o que precisava: coragem,força,fé e alguns quilos de esperança.Espero que fique bem e realize todos os seus sonhos.Quero o divórcio e metade do meu sentimento de volta.

Estou terminando com você.Do pior jeito possível.Estou sendo um daqueles canalhas que não tem a audácia de acenar para ir embora.Eu só vou.De fininho.Bem devagar.Estarei aqui se precisar.Sempre.Mas não conto com sua presença mais.Talvez eu esteja errada.Talvez eu não saiba amar.Mas está doendo.E você nunca vem me ajudar com a ferida,entende?

Eu te amo.

E nunca mais vou voltar.

1 comentários:

Hellz. disse...

WOW.
Ja estive tantas vezes nesse lugar, onde a ferida dói e aperta e a criatura responsável nunca está lá - e nem faz questão.
Infelizmente deixar pra lá e tentar o desapego é difícil, mas o mais necessário.

Texto maravilhoso!

beijo
beinghellz.com

Postar um comentário