maio 13, 2016

(Uma tal de Paula) Poderia ficar ali,

No teu peito
Guardada em teu abraço 
Perdida em teu beijo
Dormiria sem perceber em teu colo e sonharia com "nós"
Crio nossa galáxia, nosso universo singular
Fugimos de nossos medos 
E nos entregamos um ao outro
Como ninguém mais nos terá da mesma forma.
Te permito entrar e lhe convido para um chá ou expresso se mais lhe agradar, 
É necessário que tu se perca e se deixe levar,
Pra que sejamos leve e solto.
Pra que não seja breve nem silencioso,
Não seja pretensioso,
Aproveite aos poucos e devagar
Tenha tudo de mim e me dê tudo...
Minha condição é que permaneça
Pra sempre!




PS:Hellllo,tudo bem?Tem gente que ainda pensa que a Paula é um pseudônimo meu.NÃO É ok?A Pala existe.Eu a conheci pelo facebook e é uma menina incrível :) 
Continuem apreciando seus textos.


Xoxo,

Carol.

0 comentários:

Postar um comentário