maio 08, 2016

(Data Comemorativa) Feliz Dia Das Mães!

Pedra esburacada,
Quebrada.
Pedra lapidada,
Renovada,
Amada,
Por lábios vermelhos,
Por olhares singelos,
Por sentimentos eternos.

Seus pensamentos lavados,
De avisos perigosos,
Teus sorrisos pelos cantos,
Tua felicidade é meu objetivo.
E nada na Terra vai mudar isso;
Você é meu caminho.

Lapida-me com teu coração,
Entrega-me teu suspiro,
Lança-me á verdade,
Imploro-te pela piedade.
De me fazer nova.
Brilhante.

Lapidar
É cuidar,
Extravasar,
Transbordar,
O amor que pintar
Minha vida
De verdade.
Lapidar
É passar o frio
Com seu corpo quente,
Nas minhas costas,
 A beira-rio.



Ps:Sim, eu escrevi essa poesia.
Ps2: Feliz Dia Das Mães!


Xoxo,

Carol

6 comentários:

Krisna Carvalho disse...

Carol, que poema lindo! Senti-me emocionada, sendo mãe e também filha...Que presente. Obrigada.

Beijo

http://revelandosentimentos.blogspot.com.br

Aline disse...

Que poema bonito!
Gostei de como você entendeu a maternidade. A criação de um filho de fato é a lapidação de uma jóia. Assim como ser mãe é se transformar constantemente, tornando-se jóia.

Parabéns!
Um beijo!

Inventando Assunto

Vida de Leitor disse...

Oi Carol!!
Adorei o poema! Achei muito lindo!
E a foto também é um amorzinho <3

Beijos,
Natália

www.doprefacioaoepilogo.blogspot.com

Gabriela Soares disse...

Que lindoooo! Amei o poema <3
Um beijão,
Gabi do likegabs.blogspot.com ♡

Carol disse...

Que lindo, muito emocionante.
Beijos
BlogCarolNM
FanPage

Ariane Reis. disse...

Oie Carol =)

Que poema mais lindo!
Emocionante tanto para quem é filha (como eu) e principalmente para quem é mãe.
Parabéns!

Beijos;***

Ane Reis.
mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias...
@mydearlibrary


Postar um comentário