abril 29, 2016

(Uma tal de Paula) Não era pra ser sobre você, mas é:

Gosto de gostos, 
Sabores e amores,
A vida podia se resumir a:
Pijamas e frio
Um café ou chá
Música leve
Estilo folk
Sou suspeita quanto a isso...
Amo a vida e seus sabores
Amo os sabores e seus amores
Ei, de-me um drink, uma bebida quente ou gelada
Me faça companhia, me ame
Fique e se faça estar...
Meus textos sempre lhe imploram pra que fique, mais cinco minutos ou quem sabe a vida, fica! Olha eu implorando de novo...
Esse texto que já nem sei o que é, poesia? Prosa? Amor? Você? Eu? Nós?
Bagunça! 
Tem tudo de você e seus olhos castanhos,
Esse olhar penetrante e envolvente que me faz ficar cada dia mais dependente
Faz sentido?
Talvez, só na minha cabeça... Ou nem isso.



PS:Gente, a Paula não sou eu ok?É uma garota que conheci no facebook e por gostar muito dos textos que produz, resolvi colocar sempre essas poesias lindas aqui tá? ahahahahahha. 


Xoxo,

Carol

4 comentários:

Line Bernardo disse...

Oi Carol,
Estas poesias são tão gostosas de ler, muito legal você publica-las em seu blog.
Aproveito para avisar que indiquei seu blog para um prêmio. Espero que você goste.
Bjs❤
Abrir Janela

Cn Nous disse...

Ok! Abraço e bom fim de semana pra vc e a paula.

Ryoko Bel disse...

Olá Carol, tudo bem contigo ???
Simplesmente amei o texto, mas confesso que fiquei um pouquinho confusa, hahaah.
Quem escreveu o texto foi a Paula ou você ?! É a Paula que curte seus textos ?!
Ignore a minha lerdeza, mas fiquei perdidinha aqui, hahaha

Beijinhos
Hear the Bells

Irene Moreira disse...

Oi Carol!
Podem até não fazer sentido, ser uma bagunça, mas entre prosas, versos e, ou até, frases existe um sentimento muito forte que dá para sentir seguindo palavra por palavra.
Beijinhos

Postar um comentário